Casamentos Flores da Cunha

Uma história de amor, família, vinhos e montanhas

O que pode ser mais forte que duas almas dizerem sim uma à outra? Com as mãos sobrepostas de Valentina, Sofia, Patricia e Mauro, em uma cerimônia intimista na Vinícola Luiz Argenta, em Flores da Cunha, o sim selou a união entre quatro pessoas. Duas semanas após o casamento, Mauro começa sua expedição ao Everest, agora, mais que nunca, com três grandes motivos para voltar.

 

Em novembro de 2018, tivemos o primeiro contato. A Patricia viu a história da Jéssica e do Edmundo, que casaram depois de alguns anos morando juntos em um Mini Wedding para doze pessoas na Serra Gaúcha, e esse post a incentivou a fazer algo parecido. Por ter uma partezinha nesse desenrolar, ela cravou que a fotografia seria comigo, e então saiu atrás de outros fornecedores. Em dezembro, acertamos a data. Em janeiro, assinamos o contrato.

 

Na véspera do casamento, dia 8 de março de 2019, eu acompanhei o ensaio dos noivos na vinícola. Nele, pude conhecer a família e os padrinhos. Uma das fotos virou plano de fundo do celular do noivo no mesmo dia. Tivemos um fim de semana de tempo instável, com muitas chuvas e temporais pelo Estado. A decisão foi por fazer a cerimônia no deck da Argenta, decorado com bancos e caixas floridas. A missão de organizar os cerca de 60 convidados no espaço foi dada à cerimonialista e assessora de eventos Carol Polly.

 

No grande dia, 9 de março, começamos as fotos no início da tarde. Enquanto meu colega Fabio Grison acompanhava a surpresa dos padrinhos Murilo e Rodrigo ao noivo, que até então achava que se arrumaria sozinho em casa, eu acompanhava o making of da noiva no Estúdio JH, em Caxias do Sul, de onde a Patricia é cliente. Eles possuem muita prática ao lidar com um momento tão importante e têm um espaço específico para as noivas - onde pude fazer fotos do vestido e dos acessórios e, depois, retratos dela. Com a família se arrumando no mesmo lugar, meu trabalho foi ficar atento às interações e expressões à medida que se aprontavam. O frio na barriga da Patricia apareceu quando outra noiva colocou o véu - a próxima seria ela. Por fim, caiu a ficha ao se olhar no espelho, pronta e linda, minutos antes de sairmos, resultando em alguns gritinhos de nervosismo.

 

A cerimônia seria na cidade vizinha de Flores da Cunha. Lá, os músicos começaram a tocar pontualmente às 17h34min, por orientação da celebrante e numeróloga holística Thanya Lima. Fiz os últimos cliques da Pati entrando no carro e voamos até a Luiz Argenta, a tempo de fotografar o carro dela chegando na vinícola. O Fabio já havia feito fotos de decoração e acompanhado a chegada dos convidados - aí a importância de se trabalhar em equipe.

 

As pequenas Sofia e Valentina entraram acompanhadas de Bóris e Fidel, os cãezinhos da família. Na entrada da noiva, o sorriso no rosto, os olhares emocionados e a piscada do Mauro foram registrados em nossas fotos. Como parte do ritual, os noivos uniram a força e a suavidade dos vinhos tinto e branco em uma taça, resultando em um rosé. Ambos beberam, o resto foi devolvido à terra e a taça quebrada. Desse amor, só eles bebem e ninguém mais.


Uma das partes mais fortes foi a união das mãos dos noivos e de suas filhas. É um casamento que inclui, que agrega. Houve troca de alianças, beijo e padrinhos jogando arroz na saída. Enquanto os convidados se encaminhavam ao restaurante, eu e os noivos descemos à cave da vinícola para um breve ensaio fotográfico. Fiz algumas fotos mais formais e comecei a brincar com a luz e o espaço. Fui presenteado pela Valen com uma expressão linda durante a foto de família. Provoquei: e se todos saíssem aprontando alguma? Tivemos uma sequência de fotos descontraídas, inclusive dos quatro pulando. 

 

No Clô Restaurante, abraços, risadas, um buquê que foi jogado duas vezes, caretas e brincadeiras. Meu principal objetivo é que as pessoas olhem as fotos e se reconheçam. Quem faz a melhor cara de joaninha? Eles sabem. 

 

No fim de semana seguinte, uma semana depois do casamento, nos reunimos novamente e fiz a entrega das fotos e de um vídeo para os noivos, já que o Dr. Mauro parte em expedição ao Everest neste dia 24/3. Até sua volta, os álbuns estarão prontos. Vocês podem acompanhar essa aventura no Extremos, no site oficial e no Facebook Mauro Chies Montanhista. Espero que as lembranças desse casamento lindo estejam consigo nessa jornada e que lhe tragam força para vencer os desafios. Obrigado por aparecerem em meu caminho e por serem inspiração.

 

Com vocês, o casamento de Mauro e Patricia, Sofia e Valentina

Em memória ao padrinho Marcelo Vanazzi, que teve seu sorriso preservado junto a pessoas queridas no dia do casamento do amigo de infância.



Ficha técnica: Noivos: Patricia Focchesato e Mauro Chies

Fotografia: Diogo Sallaberry e Fabio Grison 

Assistente: Matheus Salvador 

Beleza: Estúdio JH 

Celebrante: Thanya Lima

Gastronomia: Clô Restaurante

Assessoria: Caroline Polly

Atração: Trio de Cordas 

Doces: Ales Gut 

Bolo: Doce Sensação

Bem Casados: Carla Ferraro

Café: Lisa

Joias: Pedra Fina

Buquê e flores: Fernanda Silvestri

Vestido: Michele Teixeira Imig Maurina

Móveis: Affitti

Sonorização: Big Brothers