Ensaios Porto Alegre

Reencontro que vira casamento

Vamos voltar uns 14 anos. Imagine que você foi em alguma festa e ficou "de olho" em alguém, mas não deu em nada - isso pode até ser verdade, não? O Giovani tinha ficado de olho na Caroline há cerca de 14 anos, na festa de casamento de um primo, mas não tiveram contato. Avança a fita. 


Cerca de doze anos depois, ele falava com uma prima, quando tocaram no nome da Carol. Ele pediu o contato, adicionou no Instagram, começou a conversar, deu bom dia por cinco dias seguidos. Enquanto isso, ela pensava "vou só aceitar esse cara e depois excluo". Quando ele estava quase desistindo, no dia que resolveu não falar nada, ela que puxou assunto. Agora vai.


A Carol, pela experiência em um relacionamento anterior, tinha dito que só teria outro namorado quando a Helo, sua filhinha, tivesse 15 anos. Como diz a música, Deus me livre, mas quem me dera. A lista de exigências era grande pra alguém chegar perto antes desse período. Ele cumpriu todas. Logo, o Giovani começou a ir na casa dela e deu supercerto, passando a morar lá.


A família já aprovava e incentivava que eles ficassem juntos desde o início - até o pai da Carol havia rezado por alguém daquela família em especial, porque são "gente muito boa". Enfim, todos os astros se alinharam. 


A coisa se tornou pra valer quando a Helo, que chamava o Giovani só de Jo, fez um pedido: vestida de fadinha, com a varinha em mãos, ela fez uma mágica para transformá-lo em seu pai. Imagina a choradeira e a alegria?


Planejando o casamento, a Carol e o Giovani me encontraram pela internet. Ela quase não falou comigo, apesar de ter amado as fotos, por achar que eu cobraria absurdamente caro. Conversamos, as energias bateram, o valor cabia no bolso e o desfecho foi óbvio. Em dezembro, eu "caso" esses queridos.


Deixo com vocês o nosso ensaio pré-casamento, fotografado em uma tarde de muito calor (36 graus!) e diversão em Porto Alegre. Começamos pelo Jardim Botânico, passamos pela Paróquia Nossa Senhora da Assunção, igreja em que vão casar, e finalizamos com um lindo pôr do sol no Guaíba, na orla de Ipanema. Depois, um café com um Farroupilha de Pão de Queijo (sério, isso é muito bom!!!), pra selar uma tarde entre amigos. Diz aí se não ficou lindão??